Sexta-feira, 9 de Maio de 2008

Bolonha em Cabo Verde

Terminou mais uma votação, que se quis renhida mas pouco se pôde fazer perante a "supremacia" de uma das nossas alternativas. Quem acompanhou sabe do que estou a falar: Festa de Nhô São Filipe é a festa popular mais badalada de Cabo Verde. Teve 241 pontos contra 161 para São João, 45 para Santa Cruz e 36 para Sto António.

Houve, no entanto, 70 votos para a opção outra. Só é pena que não tenham usado o blog para nos dar a conhecer outra festa tão boa quanto as que colocámos, para que da próxima vez não nos escape .

 

Saltando a parte da diversão está na hora de dar alguma atenção à educação, às políticas que se quer implementar em Cabo Verde e que obrigatoriamente influncia todos os cabo-verdianos, tanto os que vivem em CV como os que estão na diáspora a estudar e que um dia vão voltar e vão querer ver os seus diplomas devidamente reconhecidos.

As universidades cabo-verdianas estão a pensar em adoptar o Processo de Bolonha.

Concorda? Não concorda? Porquê? Explique aqui que vantagens ou desvantagens pode haver relativamente a esta nova política de educação já adoptada noutros países, tal como Portugal.

 

 

publicado por SAPO Cabo Verde às 10:20
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De M.A.R.P a 27 de Maio de 2008 às 10:47
A universidade pública em Cabo Verde é um "fenómeno" muito recente e penso que muito ainda precisa ser feito no âmbito do ensino superior para alcançarmos uma boa qualidade na educação. Na minha opinião, Cabo Verde deverá estar preparado para implementar no seu sistema de ensino o sistema de Bolonha para poder desta forma acompanhar o que se tem feito na Europa. Em relação às vantagens e desvantagens de Bolonha são muitas as controversas em relação a este tema. Teoricamente há muitas vantagens: A criação de um mesmo sistema de créditos irá favorecer a mobilidade preconizada por Bolonha, promover a comparabilidade dos cursos, a acessibilidade universal ao ensino superior, e garantir o fluxo dos estudantes por entre as universidades. Através deste sistema, os estudantes podem acumular os créditos, o que implica, mais uma vez, uma reflexão sobre a forma como serão feitos os cálculos e as metodologias utilizadas na avaliação da aprendizagem. No meu entender muitos estão mais preocupados com a questão de redução dos ciclos de formação e do financiamento do que propriamente com as vantagens que isso pode trazer. O que tem causado alguma confusão é também o facto dos alunos ao concluírem os 5 anos saírem com um grau de "mestre", o que não acontece nos outros países como a Inglaterra por exemplo em que a denominação é Bachelor ". A sociedade sempre foi e sempre será resistente às mudanças sejam elas de que natureza for. Eu estudei no currículo e apesar de ter tido a oportunidade de me integrar em Bolonha optei por fazer um mestrado de 2 anos porque acho que a sociedade ainda não está preparada para aceitar os "estudantes Bolonheses" na sua totalidade. Quem sabe daqui uns anitos. Para terminar, na minha opinião Bolonha traz uma mais valia no ensino superior para alguns cursos. Muitas vezes não se justifica 5 anos de licenciatura em determinados cursos. Voltando à questão da sua implementação em Cabo Verde, sou a favor mas claro tendo em conta as nossas especificidades e as nossas necessidades adequando o ensino ao nosso contexto.


comentar post

pesquisar

 

pub

tags

todas as tags

subscrever

fotos.sapo.cv

feedback

Uma preciosa ajuda para financiamento e sucesso da...
Este tipo de iniciativas é de valoriza e de repeti...
passaro de fogo   ccorreia87@hotmail.com &nbs...
a resposta é : «Pássaro de Fogo». Lenira, arinel-1...
Artistas de Cabo Verde: Nancy Vieira Manuel de Can...

posts recentes

Vencedores Passatempo Kri...

Passatempo Kriol Jazz Fes...

Passatempo Paula Fernande...

Vencedores Miss West Afri...

Dia do Pai

Passatempo Miss West Afri...

Vencedores Show "De Angol...

Passatempo Show "De Angol...

Passatempo CVMA

Vencedores Passatempo Ceu...

posts populares

arquivo

autores

blogs SAPO